blog

Calibração in-situ de um ponto - a opção rápida e fácil

Sanna Lehtinen calibrating HMT330 with HM70 Hand-Held
Product Manager Sanna Lehtinen
Sanna Lehtinen
Gerente de produto
Published: May 29, 2018
Fabricação Industrial e Processos
Medições industriais

Existem muitas maneiras de abordar a calibração e o ajuste de instrumentos de umidade relativa. Em um mundo perfeito, todos os instrumentos seriam verificados e certificados em laboratórios credenciados de acordo com os mais altos padrões. No mundo real, devemos equilibrar tempo, custo, requisitos técnicos, experiência e as necessidades exclusivas de cada aplicação individual.

Os usuários costumam pedir aos fabricantes um intervalo de calibração recomendado. Este é um ponto de partida razoável ao pensar sobre com que frequência calibrar seus instrumentos, mas na prática o desempenho de um instrumento pode degradar em taxas diferentes dependendo das condições em que está sendo usado, por isso é importante estabelecer um intervalo de calibração apropriado.

No que diz respeito à realização da calibração em si, existem várias opções abertas para você: você pode configurar seu próprio laboratório de calibração, enviar seus instrumentos a um terceiro para calibração do laboratório ou realizar uma verificação de campo ou calibração de um ponto in-situ você mesmo.

A calibração de um ponto in-situ usa um padrão de trabalho para calibrar um instrumento de campo fixo sem ter que retirá-lo de serviço - por exemplo, quando um técnico usa um dispositivo portátil para verificar um transmissor montado na parede. A principal vantagem desse método é que ele é rápido e fácil. Não há tempo de inatividade para o instrumento de campo e nenhuma mão de obra adicional necessária para desmontagem e reinstalação. No entanto, a desvantagem desse método é a falta de um segundo ponto de calibração para indicar a resposta dinâmica correta do instrumento de campo. Se as condições medidas forem estáveis ​​por um curto período, pode ser adequado respirar suavemente no sensor e observar a resposta e recuperação do instrumento; se as condições medidas forem altamente variáveis, recomendamos uma calibração multiponto.

O medidor portátil de umidade e temperatura Vaisala HUMICAP HM70 foi projetado para medições exigentes de umidade em aplicações de verificação pontual. Também é ideal para verificação e calibração em campo dos instrumentos de umidade fixa da Vaisala. Os seguintes transmissores podem ser calibrados usando o HM70: HMDW60 / 70, HMW61 / 71, HMD / W20 / 30, HMP130, série HMP230 / 240, série HMT320 / 330, série HMM210 e o transmissor DMW19.

Ao calibrar em campo, certifique-se de verificar e ajustar a leitura de um transmissor fixo em relação a uma sonda de referência calibrada conectada ao HM70. Calibrações de um ou dois pontos podem ser realizadas em transmissores e módulos industriais (série HMP230 / 240, série HMT320 / 330 e módulos HMM210) usando um indicador Vaisala MI70 e calibrador de umidade Vaisala HMK15.

No vídeo abaixo, mostramos como realizar a calibração e ajuste de um ponto in situ para o Vaisala HMT330 usando um Vaisala HM70. Veja outras alternativas de calibração HMT330 aqui.

Add new comment