História

Origens de Vaisala

As origens de Vaisala datam da década de 1930, quando o professor Vilho Väisälä, fundador da Vaisala e diretor executivo de longa data, inventou alguns dos princípios operacionais de uma radiossonda. A empresa foi criada em 1936 na Finlândia, e as primeiras radiossondas foram fabricadas no porão de um edifício residencial no centro de Helsinque. De um início modesto, a empresa evoluiu para se tornar líder mundial em várias áreas de medição.

Atualmente, a Vaisala emprega aproximadamente de 1.600 pessoas e exporta 98% da sua produção para mais de 150 países. A curiosidade, o desejo de enfrentar desafios e uma capacidade extraordinária de inovar são os fundamentos da Vaisala, no passado e no presente.

O vídeo “Medindo o Céu” conta a história da Vaisala desde a década de 1930, quando a empresa foi fundada, até os dias atuais.

Watch the video

Vaisala Story

Prêmios Professor Vilho Väisälä

​O prêmio Professor Vilho Väisälä para um Trabalho de pesquisa excepcional sobre instrumentos e métodos de observação foi estabelecido em 1985.

Um segundo prêmio Professor Vilho Väisälä para o Desenvolvimento e implementação de instrumentos e métodos de observação em países em desenvolvimentofoi estabelecido em 2004.

Ambos os prêmiossãoconcedidos semestralmente. Eles são administrados pela Organização meteorológica mundial (World Meteorological Organization, WMO), e contam com uma medalha, um diploma e um prêmio em dinheiro de US$ 10.000. A cerimônia de premiação é realizada normalmente durante a Conferência Técnica Conjunta da WMO sobre Instrumentos e Métodos de Observação Meteorológica e Ambiental.

A primeira cerimônia de entrega do prêmio Professor Vilho Väisälä ocorreu em 1986 na sede da Vaisala em Vantaa. A apresentação do primeiro prêmio coincidiu com o 50º aniversário da fundação da Vaisala Oy. Desde 1986, a convocação de trabalhos elegíveis para o prêmio Professor Vilho Väisälä foi feita anualmente aos representantes permanentes da WMO em cada país.​​

Para diretrizes e critérios para ambos os prêmios, visiteo site da WMO para obter informações sobre os prêmios Professor Vilho Väisälä.​

Vencedores do prêmio Professor Vilho Väisälä

Vencedores do prêmio em 2016

25º prêmio de um Trabalho de Pesquisa Excepcional sobre Instrumentos e Métodos de Observação

R.J. Dirksen, M. Sommer, F.J. Immler, D.F. Hurst, R. Kivi e H. Vomel
Referência da qualidade de medições de ar superior: Processamento de dados GRUAN para a radiossonda Vaisala RS92​, técnicas de medição atmosférica, 7, pp 4463-4490, 2014


3º prêmio de Desenvolvimento e Implementação de Instrumentos e Métodos de Observação em Países em Desenvolvimento

Sra. Amudha Bakthavathsalu e Dra. Rabia Merrouchi

Survey on alternatives for dangerous and obsolete instruments: evaluation of the questionnaire and recommendations for alternatives, WMO, IOM Relatório n.º 117, 2014

Vencedores do prêmio em 2014

24º prêmio de um Trabalho de Pesquisa Excepcional sobre Instrumentos e Métodos de Observação

A. Overeem, H. Leijnse e R. Uijlenhoet (todos holandeses)

O documento dos mapas de precipitação em todo o país a partir de redes de comunicação celular foi publicado nos Procedimentos da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos da América, Vol. 110, n.º 8, pp. 2741–2745, 2013, em 2013.

Vencedores do prêmio em 2012

23º prêmio de um Trabalho de Pesquisa Excepcional sobre Instrumentos e Métodos de Observação

R. Boers, M.J. de Haij, W.M.F. Wauben, H. Klein Baltink, L.H. van Ulft, M. Savenije (todos holandeses) e C.N. Long (Estados Unidos).

O artigo “Optimized fractional cloudiness determination from five ground-based remote sensing techniques” (Determinação da nebulosidade fracionada otimizada de cinco técnicas de detecção remota terrestre), foi publicado na Revista
Geophysical Research, Vol. 115, D24116, doi:10.1029/2010JD014661, em 2010.

Vencedores do prêmio em 2010

22º prêmio de um Trabalho de Pesquisa Excepcional sobre Instrumentos e Métodos de Observação

Pamela Heiselman, David Priegnitz, Kevin Manross, Travis Smith e Richard Adams da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional dos Estados Unidos (NOAA) recebeu o 22º prêmio por seu artigo intitulado

“Rapid Sampling of Severe Storms by the National Weather Radar Testbed Phased Array Radar”

Ele descreve um estudo que demonstrou a capacidade do radar de antenas em fase, usado em ambientes de teste, de realizar varreduras de resolução temporal alta e adaptável de recursos com desenvolvimento rápido em tempestades convectivas intensas.

Vencedores do prêmio em 2008

21º prêmio de um Trabalho de Pesquisa Excepcional sobre Instrumentos e Métodos de Observação

​Olivier Bousquet, Pierry Tabary e Jacques Parent du Châtelet
recebeu o prêmio do Professor Dr. Vilho Väisälä pelo seu artigo intitulado

“On the value of operationally synthesized multiple-Doppler wind fields” (Sobre o valor dos campos de vento de Doppler múltiplos sintetizados operacionalmente).


2º prêmio de ​Desenvolvimento e implementação de instrumentos e métodos de observação em países em desenvolvimento

Luca G. Lanza (Itália), Michel Leroy (França), Christophe Alexandropoulos (França), Luigi Stagi (Itália) e Willem M.F. Wauben (Países Baixos)
foram premiados com o segundo prêmio Dr. Vilho Väisälä pelo seu trabalho intitulado

“WMO laboratory intercomparison of rainfall intensity gauges” (Intercomparação laboratorial da Organização Meteorológica Mundial sobre medidores de intensidade de precipitação).

Vencedores do prêmio em 2006

1º prêmio de ​Desenvolvimento e implementação de instrumentos e métodos de observação em países em desenvolvimento

Messrs John Nash, Richard Smout e Mark Smees - todos os três do Met Office do Reino Unido - e Carl Bower da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional nos EUA.
Os cientistas foram premiados por seu artigo comum intitulado:

“Dar-es-Salaam demonstration test of IMS 1600 Integrated Upper-air System” (Teste de demonstração de Dar-es-Salaam sobre o sistema de ar superior integrado IMS 1600), Dar-es-Salaam, 18-30 de outubro de 2004.

Vencedores do prêmio em 2005

20º prêmio de um Trabalho de Pesquisa Excepcional sobre Instrumentos e Métodos de Observação

Professor Joseph P. Pichamuthu, no M. Visvesvaraya Institute of Technology, Bangalore.

O prêmio foi agraciado em reconhecimento de seu trabalho na área de alcance óptico meteorológico (MOR), fundamental no pouso seguro de aeronaves.

Vencedores do prêmio em 2004

19º prêmio de um Trabalho de Pesquisa Excepcional sobre Instrumentos e Métodos de Observação

​​​​Dr. Iwan Holleman e Hans Beekhuis do Royal Netherlands Meteorological Institute (KNMI), nos Países Baixos
“Analysis and Correction of dual PRF Velocity Data” (Análise e correção de dados de velocidade dupla PRF)

Vencedores do prêmio em 2003

18º prêmio de um Trabalho de Pesquisa Excepcional sobre Instrumentos e Métodos de Observação

Dr. UrsBaltensperger, Dr. Martin Gysel e Dr. Ernest Weingartner do Paul Scherrer Institute, Suíça

“Hygroscopicity of Aerosol Particles at Low Temperatures” (Higroscopicidade de partículas de aerossol em baixas temperaturas). Novo instrumento de baixa temperatura H-TDMA: Instalação e primeiras aplicações”

Vencedores do prêmio em 2002

17º prêmio de um Trabalho de Pesquisa Excepcional sobre Instrumentos e Métodos de Observação

Dr. Rolf Philipona do Physikalisch-Meteorologisches Observatorium Davos, World Radiation Center (PMOD/WRC), Suíça

“Sky-scanning Radiometer for Absolute Measurements of Atmospheric Long-wave Radiation” (Radiômetro de varredura da atmosfera para medições absolutas da radiação atmosférica de ondas longas)

Vencedores do prêmio em 2001

16º prêmio de um Trabalho de pesquisa excepcional sobre instrumentos e métodos de observação

Dr. Ulrich Görsdorfand e Sr. Volker Lehman do Serviço Meteorológico Alemão

“Enhanced Accuracy of RASS-Measured Temperatures Due to an Improved Range Correction” (Precisão aprimorada das temperaturas medidas com RASS devido a uma melhor correção de alcance)

Vencedores do prêmio em 2000

15º prêmio de um Trabalho de pesquisa excepcional sobre instrumentos e métodos de observação

Dr. Edgeworth Westwater, Dr. Yong Han, Sr. Jack Sinder, Dr. James Churnside, Dr. Joseph Shaw, Sr. Michael Falls, Dr. Charles Long, Dr. Thomas Ackerman, Dr. Kenneth Gage, Sr. Warner Acklund e Dr. Anthony Riddle, Experiência do piloto em observação de radiação (PROBE)

“Ground-Based Remote Sensor Observations during PROBE in the Tropical Western Pacific” (Observações do sensor remoto terrestre durante a PROBE no Pacífico Ocidental Tropical)

Vencedores do prêmio em 1999

14º prêmio de um Trabalho de pesquisa excepcional sobre instrumentos e métodos de observação

Dr. Barry Goodison e Sr. Paul Louie, Centro Meteorológico Canadense, Dr. Daqing Yang, (China) University of Alaska, nos EUA

“WMO Solid Precipitation Measurement Intercomparison – Final Report” (Intercomparação de medição de precipitação constante da Organização Meteorológica Mundial - Relatório final)

Vencedores do prêmio em 1998

13º prêmio de um Trabalho de Pesquisa Excepcional sobre Instrumentos e Métodos de Observação

M.S. Golubev, D.A. Konovalov, A. Yu. Simonenko, State Hydrological Institute, Federação Russa, Yu.V. Tovmach, Saint Petersburg State Pedagogical University, Federação Russa

“Estimation of Errors in Measurement of precipitation by the Valdai Monitoring System (VMS)” (Estimativa de erros na medição de precipitação pelo sistema de monitoramento Valdai)

Vencedores do prêmio em 1997

12º prêmio de um Trabalho de Pesquisa Excepcional sobre Instrumentos e Métodos de Observação

Dr. Bruce W. Forgan, Australian Bureau of Meteorology, Melbourne, Austrália

“New Calibration Method for Reference and Field Pyranometers” (Novo método de calibração para referência e piranômetros de campo)

Vencedores do prêmio em 1996

11º prêmio de um Trabalho de Pesquisa Excepcional sobre Instrumentos e Métodos de Observação

Dr. Dusan S. Zrnic, Laboratório Nacional de Tempestades Severas dos Estados Unidos, Norman, Oklahoma, EUA;
Dr. Alexander Ryzhkov, Instituto Cooperativo de Estudos Meteorológicos de Mesoescala na Universidade de Oklahoma, EUA

“Precipitation and Attenuation Measurements at a 10 cm Wavelength” (Medições de precipitação e atenuação em um comprimento de onda de 10 cm)

Vencedores do prêmio em 1995

10º prêmio de um Trabalho de pesquisa excepcional sobre instrumentos e métodos de observação

Dr. Anthony C.L. Lee, Met Office do Reino Unido, Bracknell

“Filtering, Sampling and Information Content within Satellite-Derived Multispectral of Mixed-Resolution Imagery” (Filtragem, amostragem e conteúdo de informações dentro do multispectral derivado de satélite sobre imagens de resolução mista)

Vencedores do prêmio em 1994

9º prêmio de um Trabalho de Pesquisa Excepcional sobre Instrumentos e Métodos de Observação

Dr. Dian J. Gaffen, Administração Oceânica e Atmosférica Nacional, nos EUA

“Historical Changes in Radiosonde Instruments and Practices” (Mudanças históricas em instrumentos e práticas de radiossonda)

Vencedores do prêmio em 1993

8º prêmio de um Trabalho de Pesquisa Excepcional sobre Instrumentos e Métodos de Observação

Dr. J.P. van derMeulen, Instituto Real de Meteorologia dos Países Baixos, De Bilt, Países Baixos

“The WMO Automatic Digital Barometer Intercomparison” (A intercomparação automática de barômetro digital da Organização Meteorológica Mundial)

Vencedores do prêmio em 1992

7º prêmio de um Trabalho de pesquisa excepcional sobre instrumentos e métodos de observação

Dr. D.J. Griggs, Sr. D.W. Jones, Sr. M. Ouldridge, Sr. W.R. Sparks, Met Office do Reino Unido, Bracknell

“The First WMO Intercomparison of Visibility Measurements” (A primeira intercomparação da Organização Meteorológica Mundial de medições de visibilidade)

Vencedores do prêmio em 1991

6º prêmio de um Trabalho de Pesquisa Excepcional sobre Instrumentos e Métodos de Observação

Sr. Malcolm Kitchen, Met Office do Reino Unido, Bracknell

“The Comparison of the Performance of Upper-Air Stations in the Global Observing Network” (A comparação do desempenho das estações do ar superior na rede global de observação)

Vencedores do prêmio em 1990

5º prêmio de um Trabalho de Pesquisa Excepcional sobre Instrumentos e Métodos de Observação

Dr. Peter May, Bureau of Meteorology, Melbourne, Austrália; Dr. Richard Strauch, Administração Oceânica & Atmosférica Nacional, Boulder, Colorado, EUA; Mr. Kenneth Moran, Administração Oceânica & Atmosférica Nacional, Boulder, Colorado, EUA

“The Accuracy of RASS Temperature Measurements” (A precisão das medições de temperatura RASS)

Vencedores do prêmio em 1989

4º prêmio de um Trabalho de Pesquisa Excepcional sobre Instrumentos e Métodos de Observação

​​​Dr. John Nash, Met Office do Reino Unido, Bracknell; Dr. Francis J Schmidlin, Administração Oceânica e Atmosférica Nacional, Boulder, Colorado, EUA

“WMO International Radiosonde Comparisons (Reino Unido em 1984, EUA em 1985)” (Comparações internacionais de radiossonda da Organização Meteorológica Mundial)

Vencedores do prêmio em 1988

3º prêmio de um Trabalho de Pesquisa Excepcional sobre Instrumentos e Métodos de Observação

Prof. Dietrich Sonntag, Serviço Meteorológico Alemão, Potsdam, Alemanha Oriental

“WMO Assman Aspiration Psychrometer Intercomparison” (Intercomparação de psicômetro de aspiração Assman da Organização Meteorológica Mundial)

Vencedores do prêmio em 1987

2º prêmio de um Trabalho de Pesquisa Excepcional sobre Instrumentos e Métodos de Observação

Dr. Boris Sevruk, Instituto Federal Suíço de Tecnologia, departamento de geografia ETH, seção de hidrologia, Zurique, Suíça

“Towards the Universal Precipitation Gauge of the Future” (Rumo ao manômetro de precipitação universal do futuro)

Vencedores do prêmio em 1986

1º prêmio de um Trabalho de Pesquisa Excepcional sobre Instrumentos e Métodos de Observação

​​​​Sr. C.G. Collier, Assistente Diretor do Met Office do Reino Unido, Bracknell “

Accuracy of Rainfall Estimates by Radar” (Precisão das estimativas de precipitação por radar)