A Lifesharing protege tecidos e órgãos doados

Cirurgia em andamento
San Diego, CA
United States
Ciências biológicas

O sistema Vaisala viewLinc protege reagentes, órgãos e tecidos importantes usados para salvar vidas com Controle de temperatura confiável & Alarme

Fundada em 1973, a Lifesharing é uma OPO (Organ Procurement Organization, Organização de Aquisição de Órgãos), sem fins lucrativos, em parceria com o UC San Diego Medical Center. Em 2016, as doações de órgãos para a Lifesharing salvaram 363 vidas, estabelecendo um novo recorde anual para a organização. No mesmo ano, a Lifesharing recuperou tecidos de 471 doadores. Esses tecidos representaram potencial de tratamento para até 24.000 pessoas. Desde a sua criação, a Lifesharing salvou mais de 7.000 vidas por meio de recuperação de órgãos e ajudou milhares de pessoas por meio de doação de tecido. O Diretor de Operações de Tecidos, Harry Celestin, trabalha na Lifesharing há quase duas décadas. Durante esse período, ele usou o sistema viewLinc da Vaisala para acionar alarmes e monitorar as câmaras de armazenamento e as áreas de processamento. Congeladores e refrigeradores armazenam tecidos doados, órgãos de pesquisa e agentes químicos usados em meios de perfusão e esterilização para a preservação celular. Nos anos em que usou o sistema viewLinc, ele viu o sistema proteger materiais inestimáveis que, de outro modo, teriam sido perdidos.

A woman measuring in incubator with Vaisala GM70

 

“Certa vez, o viewLinc disparou um alarme no meio da noite. Um dos congeladores parecia ter atingido um limite de temperatura”, disse Celestin. “Nós reconhecemos o alarme no viewLinc e esperamos um pouco para ver se o refrigerador seria reiniciado. Não reiniciou e nós passamos a noite toda transferindo materiais para outros congeladores. Nesse caso, o sistema salvou milhares, talvez dezenas de milhares, de agentes de perfusão de órgãos que teriam sido destruídos”. Mais tarde, foi constatado que um sensor no congelador havia sido coberto por gelo. O mecanismo do refrigerador para interromper a condensação estava com defeito. Embora não tenha sido uma falha catastrófica do equipamento, não acompanhar o desvio de temperatura teria sido suficiente para destruir alguns ou todos os materiais refrigerados. Além do alarme, o viewLinc mantém registros de temperatura para fins regulatórios.

“Nossos registros de temperatura estão sempre disponíveis rapidamente”, afirmou Celestin. “Somos inspecionados e auditados nos níveis federal e estadual, e nossos parceiros esperam que nossos registros sejam contínuos e seguros. Os relatórios são enviados a mim automaticamente por e-mail toda semana pelo viewLinc, por isso é fácil manter-se atualizado e sentir-se pronto para qualquer inspeção”.  A Lifesharing é designada pelo governo federal, licenciada, certificada e acreditada por vários representantes e organizações, incluindo a FDA, o Departamento de Saúde Pública do Estado da Califórnia, a Comissão Conjunta, a Associação Americana de Bancos de Tecidos, a Associação de Organizações de Aquisição de Órgãos, entre outros. A regulação e a acreditação são essenciais para garantir a qualidade dos tecidos e órgãos. O DHHS (Department of Health and Human Services, Departamento de Saúde e Serviços Humanos) monitora a Lifesharing, enquanto a OPTN (Organ Procurement and Transplantation Network, Rede de Obtenção e Transplante de Órgãos) fornece supervisão e diretrizes. A Lifesharing também é membro da UNOS (United Network for Organ Sharing, Rede Unida para o Compartilhamento de Órgãos), além disso, é credenciada pela AOPO (Association of Organ Procurement Organizations, Associação de Organizações de Aquisição de Órgãos), que fornece diretrizes adicionais para todas as OPOs em território nacional. Recentemente, a Lifesharing mudou suas instalações, aumentando o número de refrigeradores, congeladores e áreas de processamento. Após 17 anos em um local, eles foram transferidos para um novo edifício desenvolvido especialmente para suas operações em expansão.


Durante a mudança, eles mantiveram todos os data loggers monitorando as câmaras de armazenamento no local. “Os loggers da Vaisala simplificaram as coisas”, disse Celestin. “Eu tenho parceiros em outras organizações, e mudar de local pode representar um verdadeiro malabarismo logístico em termos de registros de temperatura. Ficamos felizes em manter nossos data loggers em funcionamento e nossos registros de temperatura em continuidade”. Desde 2017, 119.053 pessoas estão aguardando doação de órgãos nos Estados Unidos. A esperança existe porque as doações estão em ascensão e vêm ocorrendo há décadas, com o aumento de 20% no número de transplantes de órgãos nos últimos cinco anos. A tecnologia de aquisição e transplante está melhorando graças à pesquisa e ao aumento da informação sobre doação. 

“Eu admiro, em especial, o suporte de campo da Vaisala”, declarou Celestin. “Nós fazemos com que façam as nossas calibrações regularmente e eles cuidam muito bem de nós. A doação de órgãos salva vidas, então o apoio de nossos fornecedores significa muito.”